Você está aqui > Home > Bons Relatos > Escolhendo as prioridades – vivendo com a falta!

14

ago

2017

Workshop

Escolhendo as prioridades – vivendo com a falta!

Sempre divido com vocês nas minhas redes sociais, palestras e encontros ao vivo que, quase sempre, uso minha “lista de prioridades” para viver de forma mais leve, sem tanta autocobrança e consequentemente aprendendo diariamente a conviver com a falta sem me sentir ansiosa e até mesmo frustrada, especialmente como Mãe.

Muitas de vocês sempre me perguntam COMO consigo conciliar tantas coisas (trabalho, projetos, vida pessoal, social) e ainda ler! rs.

O que posso afirmar para cada uma de vocês, em letras garrafais, é que SEMPRE deixo alguma coisa sem fazer {inclusive na maternidade}. Aprendi a viver com minhas “faltas” de forma harmoniosa e PRIORIZAR minhas escolhas. Parei de tentar ser perfeita e dar conta de tudo, entendi que sou de carne e osso e mesmo no papel materno (o melhor de todos pra mim) eu posso faltar. O mês passado, recebi um texto de uma amiga, via WhatsApp, que fala exatamente sobre isso. Me identifiquei tanto, aliás, muitas mulheres se identificaram, o texto viralizou na internet de tão real que ele é. Se você ainda não leu, aqui está ele:

“Acho estranho quando me perguntam como eu dou conta de tudo.
A resposta é simples, sem graça.
Eu não dou. Não dou mesmo.
Seleciono prioridades, foco no que dá, varro o resto para debaixo do tapete.
No dia seguinte levanto a beiradinha do tapete, retiro umas coisas, escondo outras.
Se hoje as crianças foram dormir sem escovar os dentes, amanhã isso será prioridade.
Se hoje o jantar foi o chinês “okesoboro”, amanhã um almoço fresquinho é a missão número um.
Meu tapete nunca fica vazio.
Nunca.
Aliás, tem dias que entulho tanta coisa lá debaixo, que derruba o que tiver em cima. Brigo com o mundo, choro um pouquinho, me sinto a mais desequilibrada das mulheres, espero pelo dia seguinte.
Mas há manhãs em que acordo cheia de amor próprio. Dou risada deste auê todo. Ignoro o tapete já pau a pau com o Monte Everest, e vou bela e formosa (cansada e de piranha no cabelo) tomar um banho demorado.
Algumas tardes viro a revolucionária do tapete. Brota no corpo uma energia que sabe-se lá da onde veio (provavelmente do brigadeiro de colher que comi escondido 3 noites atrás). E lá vou eu disposta a colocar tudo em dia. E não é que eu quase consigo? Se não fosse pelo quase…
E é assim.
Frustrante, alegre, desesperador, feliz.
Um eterno varre, esconde, esvazia.
Não se deixe enganar, tem sempre um tapete.
Na casa de algumas ele fica mais visível, logo na sala. Já outras preferem usar o do corredor. Mas ele está lá. Tem que estar. Se não a gente enlouquece.
Por trás destas imagens, existe uma mãe comum. De carne, osso, querendo emagrecer no mínimo 3kgs, e jurando que amanhã não irá esquecer de cortar as unhas das crianças.
Com dias bons pra caramba, no estilo: “A vida é bela, poderia ter 7 filhos, viver numa casinha de sapê, e ser feliz para sempre”
E com dias de “quem sou, onde estou, quem são estas pessoas?”

O denominador comum é o amor, que quando colocado na balança quebra o ponteiro.
Vira o jogo. Não dá nem chance.
O coração é invadido por gratidão.
E com lágrimas nos olhos agradecemos por tudo.
Até mesmo pelo tapete GG!”

Autora: Rafaela Carvalho (@a.maternidade)

Demais não é? Eu AMEI.

Outra pergunta que sempre escuto é: COMO eu aprendi e COMO consigo colocar em prática “toda essa leveza”?

Estudando, fazendo cursos, ouvindo as pessoas mais experientes, lendo sobre o desenvolvimento emocional do ser humano, FAZENDO ESCOLHAS! Mas Elaine eu não tenho tempo e nem dinheiro, outra afirmação que aparece por aqui, na caixa de e-mail, posts e conversas ao vivo!

A maioria dos autores e profissionais que eu tenho estudado, tem material/conteúdo nas suas redes sociais, inclusive vídeos no youtube.Entre eles estão: Ana Raia, Augusto Cury, Rossandro Klinjey, Mário Sérgio Cortella. Você em casa, pode acessar todos esses conteúdos, sem gastar nada além do pacote de internet – pense sobre isso e faça novas escolhas!

 

Sobre o tempo, eu também já fiz parte do time que não tinha tempo para nada, descobri que, na verdade, a maneira que estava gerenciado meu tempo não era nem um pouco produtiva. Já escrevi como REORGANIZEI minha rotina de mãe, mulher, profissional e individual, clique aqui pare ler mais…

Hoje, grande parte da população, gasta muito mais tempo do que realmente necessita nas redes sociais, sem nem ao menos saber o que de fato está fazendo ou buscando. Sabe aquela história de ir clicando, passando de perfil para perfil e, de repente, se dá conta que lá se foi uma hora do seu dia; a soneca do filho; a hora do almoço; o dia de folga…é disso que estou falando. Se você está assim, CALMA, eu também já estive nesse lugar. Dá para sair dele, se você quiser. Use o seu tempo de de forma inteligente e produtiva, a seu favor!

Então, para começar mais uma semana, que tal traçar suas metas, pensar no que precisar ser mudado e como pode ser modificado? LEMBRE-SE que você é autor da sua própria história e pode modifica-la a qualquer momento, basta querer!

No workshop COMO RESGATAR O EQUILIBRIO FEMININO (SEU EU) PÓS MATERNIDADE, que acontecerá em São Paulo nos dias 19 e 23 de setembro, irei ensinar ferramentas práticas para vivermos de forma mais harmoniosa e equilibrada mesmo sendo MÃE!

Para fazer sua inscrição clique nos links abaixo:

- Dia 19 de setembro (turma manhã)

- Dia 19 de setembro (turma tarde)

- Dia 23 de setembro

Uma ótima semana, que ela seja produtiva!

 

8 Comentários

  1. Thamilis Andrade disse:

    Elaine, primeiro de tudo, parabéns!! Não só pelo que você é e tem se tornado, acompanho vc nas redes sociais há um tempo e aprendi muito, e por isso quero parabeniza lá mais ainda, por compartilhar, suas experiências de forma leve, pra tudo tenho absorvido eles, pra maternidade, pro casamento e principalmente pra mim, mulher. E aí eu só admiro cada dia mais, a cada postagem que vc faz, os desabafos dos stories no Instagram e poder acompanhar seu dia a dia, faz a gente perceber que é exatamente assim. Tentando aprender muito, por em prática e me dedicar a escrever que gosto muito também! E enfim, como sempre falo pro meu marido, quero você no RJ logo tá, já tô ligada aqui pra Bienal! Beijos e tudo de bom! Pra essa família linda, pra esse baby a caminho!

  2. Annie Baracat disse:

    Elaine,
    sempre bom ler teus posts. Parece que estamos conversando, de tão leve e atual que é!!! Já estou inscrita pro sabado! ja comprei um dos livros que vc mencionou, e tbem tenho assistido os videos…. tenho tentado me reencontrar. Fiz uma escolha errada há poucos meses que me trouxeram num mar a deriva…. Mas o auto conhecimento nos impulsiona pra frente! Obrigada, bjus!
    Annie @maefotografando

    1. Elaine Violini disse:

      Oi Annie,

      Fico imensamente feliz em saber que posso lhe ajudar através do meu trabalho. Os livros e entrevistas no youtube que tenho assistido e compartilho com vocês, tem me ajudado muito também.
      Um beijo e até dia 23/09.
      Beijos

Comentar

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>