Você está aqui > Home > Bons Relatos > Características do desenvolvimento dos 14 meses aos 2 anos!

17

mar

2015

Características do desenvolvimento dos 14 meses aos 2 anos!

Bom Dia amores,

Há um tempo que queria fazer esse post,  aproveitei que algumas mamães me perguntaram nas redes sociais porque coloquei a Valentina aos 20 meses na escola (1 ano e 8 meses), e  qual a melhor idade para colocar as crianças na escola, sem levar em consideração outros fatores que influenciam diretamente, como as mães que precisam voltar da licença maternidade e por isso os bebês vão para o berçário antes de completar 1 ano de vida.

Se possível, acredito que a partir dos 18 meses é uma idade interessante, já que o movimento da marcha já está quase que todo concluído (na maioria dos casos); a fala começa a surgir, a alimentação já está se encaminhando para os alimentos totalmente sólidos e também é a partir dessa fase que a criança começa ficar uma “esponjinha”, já notaram como eles “aprendem” tudo muito rápido e repetem tudo e todos que estão a sua volta?

Procurei na literatura um apoio formal para amparar o parágrafo acima, de um modo bem geral, a criança dentro dessa faixa etária (14 meses aos 2 anos):

SOBRE O DESENVOLVIMENTO FÍSICO:

  • Começa a andar, sobe e desce escadas, sobe nos móveis, começa a entrar embaixo dos móveis e por aí vai. O equilíbrio ainda é bem instável, pois os músculos das pernas ainda não estão fortalecidos totalmente.
  • A capacidade da motricidade fina já está bem melhor do que há um mês atrás, devido `a prática de brincar com os próprios brinquedos e a capacidade de explorar por exemplo a mamadeira, o copo de transição passando-os de uma mãe para a outra por exemplo, segurando com uma mão só e etc.

SOBRE O DESENVOLVIMENTO INTELECTUAL:

  • Embora a linguagem ainda está limitada a uma palavra de cada vez (em alguns casos), a “fala” da criança começa a adquirir tons de voz diferentes para transmitir significados diferentes.
  • Compreende comandos simples, como por exemplo “Traz a mamadeira para mamãe”.
  • Exibe maior curiosidade: gosta de explorar o que o rodeia.
  • Maior desenvolvimento da memória, através da repetição das atividades, da rotina diária, pois a criança desenvolve um entendimento da seqüência de acontecimentos que fazem parte do seu cotidiano.
  • As experiências físicas que vivência ajudam a desenvolver as capacidades cognitivas.
  • Consegue estabelecer relação entre um carrinho de brincar e o carro da família.
  • Entre os 20 e 24 meses é também capaz de brincar de faz-de-conta {Valentina começou exatamente semana passada, acho que pelo fato de ter ganhado sua primeira fantasia de princesa :-)}.

SOBRE O DESENVOLVIMENTO SOCIAL:

  • A interação com outras crianças ainda é limitada, a brincadeira ainda acontece, na maioria das vezes, de uma forma paralela, pois a criança dessa faixa etária ainda não consegue incluir o outro de forma existencial.
  • Gosta de interagir com adultos que lhe são familiares, imitando e copiando os comportamentos que observa, por isso na escola o papel da (s) professora (s) marca muito nessa faixa etária, pois a interação da criança, durante os primeiros meses acontece somente com a (s) professora (s). Com o passar dos meses, o avanço da interação social fica muito evidente.

SOBRE O DESENVOLVIMENTO EMOCIONAL:

  • Desenvolve o sentimento de posse, sendo difícil dividir suas coisas. É MEUUUUU ( essa frase todas as mães com filhos nessa idade conhecem neh??? ahahahah).
  • Grande sensibilidade ao ambiente emocional em que vive: mesmo que não compreenda, consegue perceber se a mamãe, papai ou a cuidadora está triste, bravo, estressado, feliz (já notaram em casa como isso acontece, principalmente com quem passa mais tempo com a criança?)
  • Está aprendendo a confiar, mas necessita entender que alguém cuida dela e vai atender/responder `as suas necessidades. (Por isso o processo de adaptação escolar nessa faixa etária é mais “difícil e demora um pouco mais” do que quando colocamos ainda bebês.)

Bom mamães, sei que ficou um pouco longo, mas tentei deixar de uma forma bem explicativa, mesmo sendo muito amplo falar de uma criança em poucos parágrafos, como esse post, tentei dar aquela famosa “pincelada’ em pontos que são importantes para a educação infantil na faixa etária que a Valentina está.

Considerando todos os pontos de desenvolvimento citados acima, acredito que a escola contribui de forma muito positiva no crescimento físico, intelectual, social e emocional das crianças. Mesmo passando por todo aquele processo de virose e febres (bemmmm chatas) no começo, o benefício é muito maior. Fora que para as mamães que optaram por ficar em casa com seus filhos, também é o momento de retomar um pouco a vida social, que ficou meio de escanteio, não é verdade???

Um beijo e deixe nos comentários falando se gostam  de posts com essa estrutura, mais pedagógica, pois assim me animo a escrever mais sobre esse tema. E se não gostaram faço de vez em quando 🙂

Ah façam pedidos de algum tema que vocês querem ver aqui no Blog!!!!

Um beijo e uma ótima semana, nos vemos na quinta ou sexta feira…

1 Comentários

  1. Adorei! Tambem coloquei minha filha esse ano na escola com 1 ano e 9 meses! Acho q nessa idade fica dificil manter em casa porque naturalmente a criança tem necessidade de outras experiencias e de convivio social. Está sendo tudo muito positivo, com exceção das doenças q aparecem de vez em quando! Bjs pra vc e pra pequena!

Deixe uma resposta para Anônimo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *